Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Cratera gigante de gás arde há mais de 40 anos no Turquemenistão

Mäyjo, 28.12.13

Cratera gigante de gás arde há mais de 40 anos no Turquemenistão (com FOTOS)

 

Na localidade de Derweze, no Turquemenistão, existe uma cratera gigante de gás que arde desde 1971 e continua a intrigar os cientistas.

A cratera, com cerca de 70 metros de diâmetro, foi originalmente um local plano. Porém, em 1971, aquele local foi identificado por um grupo de cientistas soviéticos como uma reserva de petróleo. Um acampamento e uma sonda de perfuração foram então montados perto do local identificado.

Porém, as primeiras prospecções não correram bem e solo por debaixo de uma das sondas abateu-se, criando uma cratera gigante, que segundo os cientistas estava a libertar grandes quantidades de metano, um perigo potencial para os habitantes de Derweze. Os cientistas decidiram então que a maneira mais eficiente para resolver o problema seria queimar o metano, acreditando que a combustão deveria durar apenas alguns dias.

No entanto, mais de quatro décadas depois, a cratera ainda arde e atrai milhares de turistas por ano. Os habitantes de Derweze chamaram-lhe “Porta para o inferno. Os cientistas não conseguem prever até quanto é que a cratera vai continuar a arder, uma vez que não se sabe a quantidade de gás que ainda existe no subsolo.

O deserto de Karakum, onde Derweze fica localizada, tem uma das maiores reservas de gás do planeta e o Turquemenistão espera que a taxa de exportação de gás aumente em cerca de 75 milhões de metros cúbicos durante os próximos 20 anos.

Homepage»Notícias»Notícias»Alemanha bateu recor... Alemanha bateu recorde de produção de eletricidade a partir de energia solar em julho

Mäyjo, 28.12.13

A Alemanha bateu, em julho, o recorde de produção mensal de eletricidade a partir de energia solar. No total, foram produzidos 5,1 TWh, o que corresponde a mais de seis vezes a produção solar térmica e solar fotovoltaica dos EUA em maio, anuncia o sítio Web Clean Technica, com base nos dados da EEX Transparency Platform.

Apesar de os EUA registarem níveis de irradiância solar bastante mais elevados – entre 175-200W/m2 (com exceção do Alasca), por oposição aos menos de 175W/m2 alemães - os EUA apenas produziram 0,764TWh de energia elétrica no  último mês de maio, o mês mais recente para o qual existe informação.

Por outro lado, as últimas Estatísticas Rápidas sobre o aproveitamento das renováveis em Portugal disponibilizadas pela Direcção Geral de Energia e Geologia apontam para uma produção de 0,380 TWh de eletricidade a partir da energia solar em maio de 2013 no território nacional.

Este valor corresponde a uma subida de 5% (0,02 TWh) relativamente ao ano passado. No caso alemão, o incremento na geração de eletricidade usando a energia do sol relativamente a 2012 foi de 42% em julho, refere o Clean Technica.

O sítio Web sobre tecnologias verdes revela ainda que a Alemanha, com uma potência solar instalada de 400 MW per capita, é líder mundial no setor, com a maior parte da eletricidade solar a ser produzida pelos painéis fotovoltaicos domésticos ou instalados nos telhados de pequenas empresas. Em Portugal, a microgeração foi responsável por 39% da energia elétrica produzida a partir da energia solar em maio último, quando potência solar instalada atingiu os 226,6 MW.

Fontescleantechnica.comwww.dgeg.pt e www.treehugger.com

 

in: Naturlink